Fanfarra

 

A Fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Fafe foi fundada em 1980, nas vésperas do seu 90º aniversário pelo Chefe Cunha, com a finalidade de abrilhantar essas comemorações. Durante anos participou em vários desfiles, cerimónias religiosas e congressos. Logo no ano da sua fundação esteve presente no Congresso da Régua, em 1982 no da Figueira da Foz, em 1984 no de Viana do Castelo, em 1986 no de Cascais, em 1988 no de Sintra e em 1990 no de Barcelos. Foi precisamente no Congresso no Peso da Régua, em 1980, que a Fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Fafe teve um dos seus vários pontos altos, quando a corporação local, pediu à fanfarra dos B. V. Fafe que fizesse a Guarda de Honra e tocasse a marcha de continência, ao então Presidente da República da altura, o General Ramalho Eanes, que presidia à Tribuna.

Em 1990, a fanfarra abrilhantou todos os actos simbólicos no Centenário da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Fafe.

Em 2010, à passagem do seu 30º Aniversário e no 120º Aniversário da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Fafe, foi organizado um Desfile de Fanfarras com a presença de mais 7 fanfarras dos distritos de Braga, Porto e Viseu.

A fanfarra teve vários tocadores de clarim que estiveram à sua frente. Manuel Pereira, nº 75, Armando Rodrigues, nº 43 e José Rodrigues, nº 23 (todos ainda no activo), Fortunato, nº 41 (já falecido), e no Quadro de Honra, Francisco Ferreira, Domingos Pereira e Joaquim Freitas, todos estes elementos integraram a fanfarra desde a sua fundação.